Seguidores

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

A cidade pequena,apertada e cheia de transtornos

Campina Grande está completamente tomada por carros e motos e muitas vezes não conseguimos chegar a tempo onde queremos,pois o trânsito é bem enlouquecedor.Na passagem próximo ao viaduto no horário em que vou para a universidade,tenho que sair cortando por lugares bem mais complexos porque a passagem por lá é bem complicada.Isso só tende a ser pior,quando parecia que isso iria ter um fim,talvez tenha ficado do mesmo jeito.De que adianta cartões postais se cartões postais não resolvem problemas em nossa cidade?Eles só tem beleza e pouca serventia.Acredito que o povo não quer apenas isso,na verdade o povo nem quer isso,quer resolução de problemas,quer um trânsito mais tranquilo,afinal,não chegamos nem perto de São Paulo,não tem razão para o trânsito ser enlouquecedor desse jeito.Daí você pergunta: Mas as pessoas têem evoluido economicamente!Pois é,tem sim,mas a cidade tem parado no tempo,talvez não tenha crescido junto.Algumas coisas tem sido feitas no trânsito,algumas boas,mas outras completamente sem sentido.Eu não sou nenhuma engenheira,não sei bem sobre esses assuntos,mas sou condutora de veículo e sabemos quando algo fica completamente fora de noção.Como foi o caso de uma cortada brusca que fizeram na Avenida Almirante Barroso,nossa...foi terrível! Sem palavras pra explicar como foi isso.Houve uma interrupção na Avenida,onde colocaram a rota,tanto para carros grandes,como para pequenos,por uma mesma rua pequena,sem espaço algum.Até quem não entende de nada achou aquilo um absurdo.Está certo que algumas vezes as mudanças têem que ser bruscas por conta de alguns irresponsáveis que não sabem nem mesmo parar em um sinal vermelho,mas para ser franca,as piores de todas as mudanças que já vi no trânsito aqui em Campina foi a cortada da Almirante Barroso e,sem ofensas,a criação mal extruturada do viaduto da cidade,que na minha humilde opinião,não serviu de absolutamente nada,pois o trânsito naquela região está caótico como nunca.

Com esta postagem não estou menosprezando a cidade de Campina Grande.Campina é a cidade do meu coração.Minha vida,meus maiores amores,minhas lembranças mais perfeitas estão todas nela.Só quero resolução para todos os problemas vivenciados por nós,habitantes desta cidade tão linda.

domingo, 22 de agosto de 2010

Até que a vida nos separe

Como os tempos mudaram.Antes os casamentos eram constituídos sobre um juramento que realmente se fazia acontecer.Até que a morte nos separe! Hoje não é mais assim,o amor tem se banalizado,tem se transformado apenas em sentimento passageiro e apenas carnal.As pessoas se casam hoje,juram um amor eterno e no dia seguindo já se fala em separação,elas já dizem bem antes do casamento: Não tem problema,eu vou casar,se não der certo,me separo em seguida! Como o amor se tornou sem valor e vazio para muitos.Apesar de que ainda há pessoas que acham que este sentimento continua sendo nobre e o maior que rege nossa vida.Para alguns,ele já nem existe mais.A juventude,em especial,não compreende a essência deste sentimento,parece que nada relacionado a ele foi passado a eles por seus antepassados.Conheço o amor,pra mim ele continua sendo nobre e fundamental para todas as nossas relações.Tenho visto as pessoas se tratarem como bichos do mato,não se respeitam mais,não se entendem mais,não buscam uma razão para se amarem intensamente.As únicas razões que encontram,são razões para se mostrarem superiores em tudo,não deixando o amor falar mais alto,sempre abrindo todas as portas para o orgulho tomar conta de suas mentes e sentimentos,sentimentos que se perderam no decorrer do tempo,sentimentos que se tornaram frios e calculistas.No caso de casais,já não há aquela velha forma de dizer que ama; Isso não existe mais,caiu no mar do esquecimento.Hoje o que importa é o si mesmo,se eu estou bem,azar de quem não está! Nada disso, a vida tem que ser vivida baseada no amor, e este, tem que ser regado a cada amanhecer,a cada instante devemos demonstrar amor,não por insegurança, mas por prazer em manisfestar ao outro um sentimento que irá fazê-lo bem e com a sensação de que é alguém especial não importando as circunstâncias do dia a dia.Temos que parar de viver o modernismo insensato e buscar o que,mesmo sendo antigo,nos faz ser seres humanos de verdade,não um monte de robôs que são manipulados pela força da degradação do mundo.O amor ainda existe,você que não quer resgatá-lo,o amor ainda bate a sua porta,você que não quer abrir.Você necessita deste amor,seu casamento necessita voltar ao passado e resgatar de vez aquele amor que era para a vida inteira.Não deixe que a vida turbulenta te separe da pessoa que Deus escolheu para você amar e ser amada(o).O tempo é curto demais para não nos apegarmos de corpo e alma a alguém,ele é passageiro e findável.Não escolha ser uma pessoa vazia que hoje está com alguém,amanhã já está com outro e no fim sempre está só.Busque o amor acima de tudo você só tem a ganhar em todos os momentos de sua vida.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Sociedade dos Poetas Mortos

Ontem na universidade,assisti um filme bem interessante.Sociedade dos Poetas Mortos.O filme fala sobre literatura,sobre a poesia não apenas de métricas e versos,mas de uma poesia da alma,uma poesia surgida de nossos mais intimos sentimentos.No decorrer de todo o filme,apenas se falava em Carpe diem-Aproveite o dia.E eu trouxe em pensamentos todo o contexto do filme para os nossos dias atuais.Dias em que estamos vivendo momentos de perseguições,de dor,de angústias,de tragédias,pensamos apenas no amanhã,nos preocupamos demais com bobagens que não vão nos levar a nada e esquecemos de viver o hoje,esquecemos de buscar nossa felicidade neste exato momento,nas menores coisas podemos encontrar uma felicidade imensa.Aproveitar o dia é encontrar no sorriso do próximo a nossa felicidade.Aproveitar o dia é viver a vida como se ela fosse um poema escrito pelo mais brilhante escritor e que em vários momentos você pudesse abrilhantar a obra com sua vivência em prol do bem,em prol de uma felicidade constante vivida no hoje e não nos planos de amanhã,porque o amanhã é incerto,você não sabe se estará lá para concretizar tudo que imagina.

Então CARPE DIEM todos vocês!

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Quando chegará o meu dia?

Há muitas mulheres que sonham em ter um filho,muitas realizam este sonho,entretanto,existem outras que fazem de tudo,correm atrás,vão ao médico e nada.É uma busca constante pra que possa ser nos braços o mais sonhado bebê.
Estas mulheres sofrem,muitas delas são estéreis,mas estéreis somente no modo de falar,pois não há mulher estéreo para Deus,não há nada impossível.Ana era uma mulher estéreo,não podia ter filhos,era massacrada e humilhada.Chegou uma época em que Ana entregou seu problema ao Senhor,ela pediu a Deus para ter um filho e fez um voto dizendo: "Senhor dos exércitos,se benignamente atentares para a aflição da tua serva,e de mim te lembrares,e da tua serva te não esqueceres,e lhes deres um filho varão,ao Senhor o darei por todos os dias de sua vida, e sobre sua cabeça não passará navalha."(Samuel 1:11).Deus ouviu o clamor de Ana e Ana engravidou de Samuel.
Você que passa por esse problema,você que espera a tanto tempo por esse presente,não perca a esperança,não perca a fé.Não há nada nesta vida que Deus não possa resolver.Em breves dias você verá a sua vitória,em breves dias Deus fará você sentir em seu ventre mais um pequeno ser vivente.Não esqueça da história de Ana,da mesma forma que Deus não a esqueceu,também não irá esquecer você.

Creia e Deus fará você segurar nos braços o mais lindo bebê!

Fonte da Imagem: Imagens Google. Se possuir direitos autorais favor certificar-me para que eu retire do blog.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Tem dias que tudo vai mal!

Tem dias que tudo vai mal.Parece que o mundo e as pessoas se voltaram contra você.
Ontem me senti assim,parecia que eu era a única a meu favor.É triste a gente dá tudo de nós
pelos outros e em troca recebe indiferença.Nesses momentos a gente começa a ver que
realmente o único que está conosco realmente,o único que é a nosso favor,o único que vai a luta por nós é Deus.O único que sentimos a Sua presença do nosso lado quando todos somem,quando todos vão embora conseguimos vê-lo segurando firme a nossa mão para que nós possamos continuar sem cair.Faço quase nada por Ele,mas Ele tem feito tudo por mim em todo este tempo.

"Mas tu,Senhor Deus,age por mim,por amor do teu nome;Livra-me,porque é grande a tua misericórdia."
(Salmo 109:21).

Confio nEle até o fim,não importa se a solidão do mundo vier sobre mim,a companhia dEle é melhor do que qualquer presença carnal.